TryEngineering.org: Discover the creative engineer in you. Accreditation.org: The ultimate resource for engineering, computing and technology accreditation. TryNano.org: Nanotechnology for a wider audience.  
         TryEngineering.org > A vida de um engenheiro > Engenharia Elétrica, Estados Unidos
Discover the creative engineer in you
Life of an Engineer
Torne-se um engenheiro
A vida de um engenheiro
Conheça engenheiros profissionais
Sociedades de engenharia
Especialidades de engenharia
Química
Civil
De computação
Elétrica
Mecânica
Mais...
Especialidades de tecnologia de engenharia
Química
Civil
De computação
Elétrica
Mecânica
Mais...
Sarah Bergagnini (Engenharia Elétrica, Estados Unidos)
Formanda, California State University

Sarah Bergagnini
Sarah está cursando um Bacharelado em Engenharia Elétrica, Bacharelado em Tecnologia Médica e grau secundário em Química


Apenas trabalhe com afinco e não entre na atitude mental de que algo é difícil. Você pode fazer qualquer coisa que realmente tentar fazer.




P: Quando você descobriu que queria ser uma engenheira?
Berganini: No último ano do ensino médio. Eu sabia que gostava de computadores e queria ir para uma área onde trabalhasse com eles. Na faculdade eu fui para engenharia elétrica, porque gostei da disciplina de introdução a circuitos que fiz.

P: Como é sua experiência de faculdade em termos do tempo que você precisa estudar por dia?
Berganini: Você estuda provavelmente em torno de 2,5 horas por dia. A maior parte do trabalho é de relatórios de laboratório.

P: Você está tendo também experiências de trabalho enquanto é estudante? Estágios, programas de cooperação ou qualquer outro emprego?
Berganini: Eu trabalhei o tempo todo do curso. Nos primeiros anos eu trabalhei como gerente de escritório e, no último, eu participei de um programa de cooperação e trabalhei em uma firma de engenharia.

P: Como você se preparou para a experiência de cursar uma faculdade?
Berganini: Eu me preparei para a faculdade estudando muito e fazendo muitos cursos avançados.

P: Você teve/tem um mentor que ajudou a orientá-la até aqui? Se sim, descreva o impacto dessa pessoa em sua educação e planos de carreira.
Berganini: Não.

P: Há uma área de especialidade em que você se concentrou na engenharia? Se sim, qual é, e como você optou por essa especialidade? Além disso, em que ponto de sua experiência de faculdade você decidiu?
Berganini: Minha especialidade é a engenharia elétrica. Eu decidi que gostava de engenharia elétrica depois de fazer minha primeira disciplina de circuitos, depois do meu primeiro ano.

P: É difícil conciliar seus estudos de engenharia com outras atividades, como lazer, viagens, diversão?
Berganini: A engenharia é um curso muito intenso e existem horas que eu não tenho tempo de sair com os amigos. No entanto, isso não é de todo mau, porque a maioria dos projetos é feita em equipe, então você não fica sentada sozinha, sentindo falta do que todo o resto do pessoal está fazendo. Além disso, grupos como fraternidades/irmandades que ocupem muito do seu tempo farão com que seja mais difícil conseguir boas notas em engenharia.

P: Você estuda mais em equipe ou sozinha? Você tem alguma preferência quanto a isto?
Berganini: Na maior tempo eu estudo em equipe, mas existem momentos em que você tem de fazer as coisas por conta própria.

P: Qual é a coisa mais difícil que você descobriu sobre sua experiência de faculdade, estudando em um curso de engenharia?
Berganini: A coisa mais difícil sobre fazer um curso de engenharia é assumir muitas atividades ao mesmo tempo (isto é, trabalho, escola, sociedades profissionais e vida pessoal).

P: Qual é o aspecto mais gratificante de fazer um curso de engenharia?
Berganini: O aspecto mais gratificante são os amigos que você faz trabalhando em equipe. Quando você ajuda outras pessoas em seus projetos, eles estarão lá para ajudá-los nos seus.

P: Você acha que continuará a estudar engenharia ou pensa em mudar para outra área? Por quê?
Berganini: Eu continuarei fazendo uma pós-graduação em engenharia.

P: Você tem alguma idéia de que tipo de indústria gostaria de atuar ou de trabalho que você gostaria de fazer quando se formar? Se sim, como decidiu por essa indústria ou campo?
Berganini: Na verdade, não. Eu estaria satisfeita com praticamente qualquer coisa.

P: Você acha que fará outros cursos depois de concluir este que está fazendo? Por que ou por que não?
Berganini: Sim! Eu farei mestrado em engenharia elétrica.

P: Você acha que a escola vai prepará-la para como as coisas são feitas no mundo real?
Berganini: Um pouco. Na escola você aprende o básico e como trabalhar com pessoas de todos os tipos.

P: Para quantas escolas de engenharia você se inscreveu? Em quantas você foi aceita?
Berganini: Para a graduação uma, e fui aceita por ela. Para a pós-graduação duas, e fui aceita por ambas.

P: Você tinha uma primeira opção? Você foi aceita nessa primeira opção?
Berganini: Sim e sim.

P: Como você decidiu qual faculdade/universidade cursar?
Berganini: No caso da graduação, eu só escolhi uma. Para a pós-graduação, ainda não decidi para onde ir. Cada escola tem seus prós e contras.

P: O que os estudantes de nível médio deveriam fazer para se preparar para desempenhar as tarefas que os estudantes de engenharia realizam?
Berganini: Trabalhar com grande afinco e dar duro na escola. Tentar ir bem nas disciplinas de matemática e ciências, porque uma boa base em matemática é essencial para ter sucesso em engenharia.

Os perfis dos engenheiros são considerados idéias pontuais da carreira de cada indivíduo.


(Os perfis dos engenheiros do TryEngineering são fornecidos pelo
Sloan Career Cornerstone Center.)


home about contact us links sitemap disclaimer